terça-feira, 9 de março de 2010

Benzetacil - João Bosco


Dia desses ouvi esta música do João Bosco e comecei a rir. Então, ele tambem tomou Benzetacil! Não gosto nem de lembrar. Eu me escondia no banheiro quando o Sr. Aladir (dono de uma Viação de ônibus, nosso bondoso vizinho, e que aplicava injeção muito bem) vinha me fazer sofrer. Não por querer, é claro. Só de olhar a seringa, (como as dessa foto, tirada no Museu da Pharmácia Popular, em Bananal/SP - mais fotos aqui) que era fervida numa caixinha de metal- nem se falava em descartável, eu estremecia . Depois jogavam álcool , punham fogo e desinfetavam a agulha - enormeeeeeeeee. Tudo porque eu tinha reumatismo articular agudo e descobriram um sopro no coração. Aí, tinha de tomar Benzetacil todo dia, porque não tínhamos dinheiro pra operar a válvula mitral. Comecei aos sete anos com 360.000 mg(acho que era isso) uma ou duas vezes ao dia, não me lembro bem, e, depois dos vinte anos, tomava apenas uma (ai, como doíaaa) por mês de não sei quantos milhões de miligramas mais. Quando menina, não tinha mais lugar pra aplicar a danada. Dormia com compressa de fubá, ou até mesmo mamãe colocando ferro de passar, quente, em cima de toalha úmida. Ninguém podia esbarrar nos meus braços, sentar doía, era um sofrimento só. Cruz credo!!! E o danado do João Bosco faz música com isso, meu Deus!!! E descreve com perfeição omomento crucial! Artista é especial, mesmo. Tudo acaba em música!!!

Vamos à letra de João Bosco e Francisco Bosco:

Tem dor de dente, dor-de-cotovelo
Tem dor em tudo que é lugar
Dor de barriga, azia, queimação
Tem a dor-de-facão
Mais conhecida por “de veado”
Calo, nó, tostão ou dor muscular
E bico-de-papagaio
Dor de cabeça, sinusite, febre
Cólica, enxaqueca, mas vai melhorar, porque
Pra toda dor existe um bom remédio
Toma, deita, espera, tenta esquecer

Mas na verdade tenho que dizer
Tem uma dor tão vil
Que dói só de pensar
Você não sabe amigo o que é levar
Um Benzetacil naquele lugar
Ai, ai, ai…

Esparadrapo, calminex, gelo
Boldo, sal de frutas, cafuné de mãe, não tem
Nenhum remédio pra essa dor maldita
Vira, abaixa as calça, entrega a Deus e amém

3 comentários:

So artes disse...

Nossa era dolorida mesmo essa injeção....tadinha amiga, criança tendo que tomar injeção todos os dias nao vale.... e só artista mesmo para transformar sofrimento e algo poético.....rs.
Tenha uma linda semana,
beijos
Soraia melo

MEU PRIMEIRO TRAJE disse...

tenho tanto pavor de injeção que me chamou atenção sua postagem, realmente venho desse tempo que tudo curava com injeções que mais pareciam tortura, a gente sarava de tanto medo.pensei que só eu tinha sofrido com as maldidas benzetacil.
CIDA

So artes disse...

Oi amiga, adorei sua visita, obrigada!!!
Meu final-de-semana realmente foi uma loucura...rs...e segunda é fogo tb, né?.....rs
Mas estamos bem animados com a chegada da Primavera daqui....jaja o tempo esquenta!
querida te desejo uma linda semana cheia de felicidades!!!!
beijos
So